Comprovante de Renda: Quais Documentos são Aceitos?

Você decidiu fazer um empréstimo para realizar o sonho da casa própria, comprar um carro ou para pagar qualquer outra conta. Escolha feita, com ou sem arrependimentos, chega a hora de separar e organizar todos os documentos necessários, até que chegar no comprovante renda.

Mas afinal o que é e para que serve o comprovante de renda? E quais tipos de documentos servem como comprovante de renda?

Esse artigo vai te explicar tudo que você precisa saber sobre comprovante de renda: o que é e como fazer o seu.

O que é o comprovante de renda e para que serve?

Como o próprio nome diz, esse é um documento que comprova que você possui uma renda, parece bem lógico, e é mesmo…

O comprovante de renda é muito importante, principalmente nessas situações:

  1. Ao pedir um empréstimo qualquer, seja para financiar imóvel ou automóvel.
  2. Para alugar um imóvel.
  3. E também para aumentar seu limite do cartão de crédito ou cheque especial.

Também há outras situações em que o comprovante de renda é exigido, mas essas três são as principais situações.

E porque o comprovante de renda é um documento tão importante?

Principalmente por um motivo em especial: comprovar que ao fazer um empréstimo você terá capacidade financeira de honrar sua dívida. Apesar de a maioria dos bancos possuirem uma grande quantidade de dinheiro e recursos disponíveis, o nível de calote e inadimplência é muito alto aqui no Brasil.

Desse modo o comprovante de renda é um documento muito importante e especial que diz para a instituição bancária que você possui uma renda relativamente sólida e estável para pagar esse empréstimo.

Os bancos e instituições de crédito precisam de alguma garantia que comprove sua capacidade financeira, e o comprovante de renda é um desses documentos.

A famosa regra dos 30%

Muito provavelmente você já teve ter ouvido falar que as instituições financeiras impõem um limite de crédito de no máximo 30% de sua renda. Ou seja, se você comprove uma renda de R$2 mil reais por mês, você conseguirá um empréstimo onde as parcelas poderão custar no máximo R$600 por mês.

Algumas instituições são um pouco mais flexíveis com essa regra, mas esse é uma porcentagem aplicada na vasta maioria das instituições de crédito, e é muito importante para não comprometer uma grande fatia da sua renda.

Quais documentos servem como comprovante de renda?

Felizmente existem vários tipos de documentos que servem para comprovar que você possui renda no momento de pedir um empréstimo. Logo abaixo segue uma lista com os documentos que são considerados válidos como comprovante de renda.

#Decore

Decore é uma abreviação para “Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos”. É um documento bem pouco conhecido e é feito apenas por um contador.

Para o Decore ser feito é reunida uma série de documentos como recibo de aluguéis, extratos bancários entre outros documentos que diretamente comprovam que você tem renda, mesmo você sendo autônomo ou aposentado.

#Holerite

Holerite nada mais é do que o nome formal para aquela folha que todo trabalhador com carteira assinada recebe junto com seu salário. Esse documento demonstra seu salário bruto e líquido após descontos, sendo esse o documento mais simples para conseguir comprovar renda ao pedir um empréstimo.

#Declaração do Imposto de Renda

Como você já deve saber a declaração de imposto de renda é o documento que você deve entregar até o final do mês de abril, todo ano, constando toda sua renda obtida no ano anterior.

A declaração do imposto de renda é um dos melhores documentos para comprovar renda quando você precisa de liberação de crédito.

#Carteira de Trabalho

A carteira de trabalho também é amplamente aceita na hora de pedir um empréstimo, apesar de não ser a melhor opção caso você tenha outras fontes de renda.

#Extrato Bancário

O extrato bancário não é aceito em todas as instituições financeiras, sendo que para financiar imóvel por exemplo, esse documento não é o suficiente, porém na maioria dos casos para aumentar seu limite de cartão de crédito o extrato bancário pode ser suficiente.

Como comprovar renda sendo autônomo ou aposentado?

Simples, se você realmente possui renda, sendo autônomo, micro-empresário (MEI), motorista de aplicativo (Uber), aposentado ou até mesmo se não trabalha mas possui renda: basta apresentar seu extrato bancário ou declaração de imposto de renda.

Outras considerações

Conseguir comprovar renda para fazer um empréstimo é a parte “fácil” do processo. Se você realmente precisa de um empréstimo bancário, simplesmente tenha certeza que você vai conseguir honrar essa dívida.

Como regra os bancos jamais liberam um financiamento que comprometa mais que 30% da sua renda.

O ideal seria você nunca precisar de crédito, caso você optar por um financiamento, pesquise pelas melhores taxas e sempre leia atentamente o contrato, antes de assinar o empréstimo.